16
jun
2015

Tipos de motor tuning para carros

Tipos de motor tuning são ideais para tunar um automotivo ao ganho de potência! Antes de fazer a modificação é necessário saber aspectos elementares sobre motorização tunada para não provocar erros capazes de gerar problemas sérios no projeto de alta performance. Abaixo conheça os tipos de motor tuning.

Tipos de motor tuning: Reformulado

tipos_de_motor_tuning

Escolha mais tradicional entre os tipos de motor tuning. Motores reformulados são feitos com base no original removido, desmontado, limpo, inspecionado, e, se necessário, reparado e testado usando manuais ou procedimentos de fábrica. O processo envolve novos anéis do pistão, rolamentos, retentores e juntas.

Quando feito por um construtor competente o motor tunado fica perfeito, com seguros ganhos de desempenho. A reformulação acontece via equipamentos originais ou peças aftermarket.

Atenção, neste ou outros tipos de motor tuning o histórico operacional deve ser registrado para auxiliar à próxima grande revisão!

A revisão de menor espessura cobre apenas a substituição de componentes dentro do cabeçote, sem retirar o motor do veículo, tal como válvulas, por exemplo. Em contrapartida, uma grande reformulação acarreta cobertura de todo conjunto da motorização.

Motor reconstruído ou remanufaturado

tipos_de_motor_tuning

Estes tipos de motor tuning são conhecidos por receberem uma completa mudança ao comparar aos originais. Remanufatura é um termo que serve para designar as peças que respeitam especificações limitadas conforme modelos automotivos.

Motor remanufaturado nem sempre é aquele que possui apenas peças usadas. Uma motorização do gênero pode ter componentes novos tipo aftermarketing, ou seja, não produzidos conforme os fabricantes, embora respeitem limites do modelo de carro. Reconstruções de alta qualidade por vezes incluem novos pistões.

Aumentar potência sem reformular motor!

Os desenhos técnicos referentes às especificações devem seguir design, limites e tolerâncias criadas por engenheiros, tais como em corridas de alta performance ou nos casos de equipamentos industriais pesados.

Projetos de motor tuning são semelhantes à forma de outros tipos de máquinas mecânicas, ou seja, tudo é pesquisado, projetado e construído em etapas indispensáveis à perfeição do processo.

tipos_de_motor_tuning

Quando o desenho dos tipos de motor tuning está perfeito existe maior equilíbrio ao vaivém de peças e montagens de rotação, de modo que, menos energia é perdida através de vibrações excessivas do motor e outras ineficiências mecânicas.

Para um motor de corrida que roda em altas temperaturas as novas especificações podem ser úteis. Aos motores executados somente às rajadas curtas a tolerância deve diminuir para a melhora do desempenho. Neste sentido, um “projeto” significa folgas mais apertadas ou frouxas, variando conforme o objetivo.

Estilos de carros tuning

  • Rat Style: Um estilo quente que imita a aparência “inacabada” de automóveis nos anos de 40, 50 e 60. Tal definição se relaciona ao carro barato mantido na estrada, não importa o que aconteça! Este estilo rememora à época de ouro do tuning, que durou entre a Segunda Guerra Mundial e o início dos protocolos ambientais em favor do meio ambiente.
  • Estilo Euro: Uma pintura com cor escura, pequenas rodas e corpo pequeno do carro.
  • Lowrider: Configurações hidráulicas no motor, pintura chamativa e rodas chiques. Há modelos que trazem tendências de restaurações retas ao corpo do automóvel.
  • JDM: Estilo típico dos veículos japoneses, com peças de reposição e detalhes de corridas.
  • DUB / DONK: Uso de grandes rodas de grife, altos falantes setups e altura elevada ao considerar que o veículo tem estilo “passeio”.
  • SLAB: Frequente desde os anos de 1980. Rodas personalizadas de modo semelhante das usadas no Cadillac Eldorado 1984, alto-falantes setups (iguais ao DUB / DONK), sinalização de néon e aço inox no painel, pintura chamativa (várias camadas de verniz), grade aftermarket (semelhante aos Rolls-Royce e Bentley) e tonalidade bege à parte interior!
  • Bōsōzoku / zokusha: Estilo japonês com fuselagem larga, enormes asas e escapamentos exagerados.
  • Cal Look: Olhar que traz uma tendência praieira clássica (cores brilhantes) e de características sutis adicionadas a otimizar o estilo despojado.
  • Militares: Carros projetados para serviços de segurança pública (militar, marinha, polícia, etc.).
  • Race: Carros modificados para disputar corridas, o que engloba desde os grandes automotivos da Fórmula 1 até a mais fraca modalidade NASCAR.
  • Hot rod: Reproduzem características de hastes arrastadas típicas das décadas de 1930 e 1940.
  • Ralis: Carros construídos para enfrentar tráfegos OFFROAD.
  • Drag racing: Carros projetados para a velocidade linear.
  • South London Look: Modelos britânicos da Ford fabricados entre os anos 50 e 70 do século XX. Suas características principais: Rebaixados, pintura pastel e rodas clássicas.
  • Estilo alemão: VW Tipo 1 ou Tipo 3 reduzido, equipado em rodas de Porsche. Suspensão modificada com ênfase à força na manipulação nas curvas.
  • Personalizados: Veículos construídos para showroom! Na prática os termos “personalizado” e “customizado” representam quase um sinônimo de carros tuning.

tipos-de-motor-tuning-sprint-booster

Hoje em dia é possível usar acessórios automotivos para tunar o carro e ganhar mais cavalos sem precisar de alterações complexas nos motores. Um grande exemplo está no Sprint Booster, cujo botão instalado ao painel traz maior poder de aceleração. Conheça mais informações do acessório lendo outro artigo deste blog. Compre na loja Tuning Parts. Visite nossas páginas nas redes sociais (Facebook, Instagram e Youtube).


POSTADO EM Curiosidades

COMENTAR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *